Itens Obrigatórios de uma Caldeira


    Conforme o item 13.1.4. da NR13, constitui risco grave e iminente a falta de qualquer um dos seguintes itens:

a) Válvula de segurança.

b) Manômetro de vapor.

c) Injetor de água, em caldeiras a combustível sólido.

d) Sistema de drenagem rápida.

e) Controle do nível de água

As válvulas de segurança, mesmo que ajustadas para abertura na PMTA, deverão:
1. Ser adequadamente projetada.
2. Ser adequadamente instaladas.
3. Ser adequadamente mantidas.
Para casos onde estas premissas não forem atendidas, a válvula de segurança será considerada como inexistente.      A quantidade e o local de Instalação das válvulas de segurança deverão atender aos códigos ou normas técnicas aplicáveis.
O acréscimo de pressão, permitido durante a descarga da válvula de segurança, deve ser no máximo o recomendado no código de projeto do equipamento.
No caso específico do código ASME, Seção I, caldeiras com superfície de aquecimento superior a 47m2 devem possuir duas válvulas de segurança. Nesse caso, é permitido acréscimo de pressão durante a descarga, com as duas válvulas abertas de no máximo 6% da PMTA.
A existência de pelo menos um instrumento que indique a pressão do vapor acumulado pressupõe que este esteja corretamente especificado, instalado e mantido.
O mostrador do instrumento indicador de pressão pode ser analógico ou digital e poderá ser instalado na própria caldeira ou na sala de controle.
Entende-se por sistema de indicação de nível de água qualquer dispositivo com função equivalente aos visores de coluna de água. Caso a coluna de água não consiga ser lida corretamente por problemas de vazamento ou bloqueio, deverá ser imediatamente acionado o procedimento de paralisação da caldeira.